sábado, 2 de novembro de 2013

As mazelas da vida e aprendendo a viver!





As mazelas da vida e aprendendo a viver!

Só se decepciona quem tem ou pensa ter amigos (as), pois dos inimigos a gente já espera o mal, não damos as costas. 

Já dos amigos a gente nunca espera um ataque tão cruel, tão covarde. 

A gente compartilha segredos, fraquezas, limitações, debilidades, alegrias e vitorias.

Desde o evento entre Deus e lúcifer a gente aprende que os maiores inimigos de uma pessoa são formados de pessoas que um dia foram seus melhores amigos. 

É por que isso dói tanto.

"Então, lhes Jesus Disse: Esta noite, todos vos escandalizareis comigo, porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho ficarão dispersas. Mas, depois da minha ressurreição, irei adiante de vós para a Galiléia. "Mt 26,31-32

Perdoar não é uma tarefa fácil para o ser humano. 

No entanto, é mais difícil ainda perdoar alguém que amamos.

Toda decepção machuca, mas o desapontamento causado por um amigo, um irmão, um amor, nos machuca muito mais.

O rei Davi conheceu essa dor. 

Depois de passar por uma experiência de profunda desilusão escreveu:
"Estremece-me no peito o Coração, terrores de morte me salteiam.
 Com efeito, não é Inimigo que me afronta; se o fosse, eu o suportaria;

Nem é o que me odeia quem se exalta contra mim, pois dele eu me esconderia; 

mas és tu 

és, 

meu companheiro,

 meu amigo íntimo. 


Juntos andávamos, entretínhamos, juntos íamos com uma multidão à casa de Deus. "Sl 55.4,12,14

O coração decepcionado pode atirar-nos num estado de depressão e rancor, passando a abrigar profundas feridas e lembranças amargas. 

Com isso, torna-se difícil a nós confiarmos em alguém novamente.
Armamos-nos contra tudo e contra todos.

Gostaríamos de evitar os desapontamentos, 

Mas não há como ser feliz sem confiar,  

Não há como confiar sem correr o risco da desilusão.

Podemos tomar algumas precauções, é verdade, mas essas posições nunca proporcionarão uma garantia total contra a decepção. 

Assim, esta será sempre uma das possibilidades da Vida. 

Nunca iremos erradicá-la da face do planeta.

Amar é abrir-se, é tornar-se acessível, é oferecer-se ao encontro, é ficar vulnerável. 

É arriscar-se!

"Não há nunca amor perfeito, sem tortura e sem cuidado". 

A Maior Prova disso encontramos na vida do próprio Senhor Jesus.

No entanto, Ele nos deixou a lição de que podemos superar uma decepção com os que amamos, Desde que a enfrentemos com confiança em Deus e com disposição de perdoar os nossos ofensores..

Não deixe que coisas do passado tirem uma sua alegria de viver o presente.

Deus, que é rico em perdoar, exorta-nos que perdoemos uns aos outros.

Conta-se que certo monge perguntou ao seu mestre:

"- Por que eu deveria perdoar o meu ofensor? 

Perguntou um monge ao seu mestre. 

Ele agiu mal comigo!

- É verdade, respondeu o Sábio. 

- Mas e tu, que fizestes mal, para que carregues contigo o peso de não perdoar?"

Perdoar é ser liberto, ser curado, é viver a vida cristã de maneira autêntica.

Deus te abençoe.