segunda-feira, 18 de setembro de 2017

RECOMPENSAS E LAMENTAÇÕES

RECOMPENSAS E LAMENTAÇÕES

Texto: 1Corítios 3.1,23
Introdução: Um dos maiores problemas no mundo cristão é tratado na passagem que temos na frente de nós: A carnalidade.
I – A natureza da carnalidade
1. Paulo havia exposto antes duas coisas
a) O espiritual; o homem salvo.
b) O natural; o homem não salvo.
2. Agora introduz em um novo contraste
a) O homem espiritual; totalmente crescido e espiritualmente maduro.
b) O homem carnal; imaturo, sem desenvolver( um bebê em Cristo, incapaz de aprender as coisas realmente profundas de Deus).
II – O caráter da carnalidade
1. Se manifesta em divisões e faccão (vv. 3 e 4)
2. Se faz presente na prioridade dos interesses (v.12)
3. Se faz patente na contaminação moral (vv.16 e 17)
4. Se faz patente no afeto a sabedoria humana (vv.18-20) 5. Se faz patente em gloriar-se nos homens antes que Deus.(v.21)
III – A insensatez da carnalidade
1. Impede o crescimento(vv. 1e 2 ) não se pode crescer na graça alimentando-se do mundo. 2.Viola os princípios da razão (vv.5-8), a lógica demonstra que o fruto da carnalidade, (divisão é sempre insensato). 3. Interpreta mal o propósito de Deus.(vv.9-11), os propósitos de Deus chocam-se de fronte com a carnalidade. 
IV – A cura da carnalidade
1. A consciência do juízo vindouro (vv.12-15)
a) Toda nossa edificação espiritual será julgada.
b) Haverá prejuízo por falha em produzir.
2. O reconhecimento de certos atos (vv.16-17-22-23)
a) Tu és o templo do Espírito Santo.
b) Deus deseja morar em ti e fazer sua obra em ti.
c) Ele prevê todo o necessário para a vida espiritual.
3. Uma reavaliação de Eu (vv. 18-20)
a) Devemos contemplar como Deus nos vê.
b) Devemos ceder ,e confessar onde Deus nos mostra em que temos errado. 
Conclusão: A maioria dos problemas das igrejas modernas, se derivam da carnalidade.
És tu uma daquelas pessoas carnais ,que causam tantos problemas ,e que dificultam a obra do Senhor?

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

DESÇA E SE DERRAME....

DESÇA E SE DERRAME - Gn. 13:10-11

Permita-me mostrar para você, algo a respeito do Jordão e algo a respeito do ribeiro de Jaboque.
Esses dois rios são mencionados aqui no livro de Gênesis...
Primeiro, do Jordão, lemos no v.10.
E no v.11: "Ló escolheu todo o vale do Jordão".

O RIO JORDÃO
Em hebraico o nome "Jordão" significa "declive" ou "descedor", por causa do seu vertiginoso curso.
A cabeceira do rio Jordão está localizada ao pé do Monte Hermom, a 70 metros acima do nível do mar e a sua foz, está no Mar Morto, a 394 metros abaixo do nível do mar.

Por isso o seu nome.
Gn 13.10, é que o rio Jordão é mencionado pela primeira vez na Bíblia; está escrito que "levantou Ló os seus olhos e viu toda a campina do Jordão..." e depois, ainda esta: "...Então Ló escolheu para si toda a campina do Jordão...".

O Jordão sempre teve um marco histórico na vida do povo de Deus:
a) - Foi no leito do rio Jordão que Naamã se viu livre da sua lepra (II Rs 5:1-14).

b) - Josué foi usado por Deus para guiar o povo nessa travessia e todo o povo passou o rio Jordão a pé enxuto! (Js 3:1-17).

c) - Com Elias e Eliseu, aconteceu o mesmo milagre (II Rs 2:13-14).
A primeira observação que quero fazer é que o nome "Jordão" no hebraico significa "descedor".

Agora, o que você entende por descedor no mundo espiritual?
- Descedor é aquele que se humilha - O que desce do seu pedestal de orgulho.

Esse rio Jordão é soberbo, sua existência é histórica, sua cabeceira está ao pé do Monte Hermom, a 70 metros acima do nível do mar.
a) - Nele o rei Naamã se banhou e foi curado da lepra...
b) - Por ele passou o povo de Israel a pé enxuto rumo à Canaã...
c) - João Batista batizou Jesus Cristo nas águas do rio Jordão, Mt 3:1-13

Contudo, com toda a sua glória, o que faz o rio Jordão no seu curso?
Desce, desce, e desce...
Desce até a marca dos 394 metros abaixo do nível do mar.

A mensagem do rio Jordão é simples.
Deus é simples!
O Senhor está dizendo: "Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é que o Senhor pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a beneficência, e Andes humildemente com o Senhor teu Deus". (Mq 6:8).

Amado, servos de Deus, desça de todo o pedestal de glória, de orgulho e de vaidade...

Nosso lugar é aos pés da cruz!
Precisamos nos espelhar em Jesus, que desceu, desceu, e desceu até à morte e morte de cruz!
Jesus estava livre de todo o orgulho! ...em Jo 5.19: "O Filho não pode fazer nada por sua própria conta".

O RIBEIRO DE JABOQUE - Gn 32.22
Agora, há um riozinho também muito significativo na Bíblia, é o ribeiro de Jaboque (Gn 32.22), cujas águas vão se juntar às águas do rio Jordão; o ribeiro de Jaboque deságua no rio Jordão.

Atenção para este rio mencionado na Bíblia, por causa do nome Jaboque, significa "o que derrama".   Jordão "declive, descedor", - Jaboque "o que derrama".
O ribeiro de Jaboque nasce ao sul da montanha de Gileade, percorre 130 quilômetros e desemboca no rio Jordão, a 32 quilômetros do mar Morto, para onde seguem unidos:
Descedor e O Que Se Derrama.

Em (Gn 32.22), que nas imediações do ribeiro de Jaboque, foi que Jacó lutou com o Anjo do Senhor, e ali teve seu nome mudado para Israel.
Aquela foi uma luta intensa, mas no final, Jacó se derramou diante do Senhor e recebeu a bênção.

No v.30, ele teve sua experiência com o Senhor e disse: "Eu vi Deus face a face".

É como se ele dissesse: "Eu me derramei perante o Senhor e Ele me abençoou".

Parece-me que Jesus se referiu a isto quando ensinou aos discípulos a orar.
Em Mt 6.6, o Senhor disse: "Mas tu, quando orares, entra no teu aposento, (esse é o ribeiro de Jaboque) e, fechando a porta, ora a teu Pai (se derrame perante Ele, se solte, extravase) que está em oculto; e teu Pai, que vê secretamente, te recompensará".

Conclusão
A mensagem dos dois rios, portanto, é essa:
A do rio Jordão, é que você (desce); se humilha, se arrepende, se prostra.
E do ribeiro de Jaboque, você (se derrama); chora, se solta e agradece.
Desça como faz o rio Jordão...
E se derrame, como faz o ribeiro de Jaboque!
Então, Jesus falou: "E o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa".
Foi assim com Jesus: Ele que é do Alto, que é da glória, desceu, se humilhou...
A Bíblia diz no texto de Fp 2.7: "...ele abriu mão de tudo o que era seu e tomou a natureza de servo, tornando-se assim igual aos seres humanos. E, vivendo a vida comum de um ser humano".

E no Jardim de Getsêmani, ali Jesus se derramou até o fim.
Em Lucas (22.44): "E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue que corriam até ao chão", porque antes Ele havia dito: "Pai... não seja feito o que eu quero, mas o que tu queres".

Filhos de Deus são pessoas que descem, como o Jordão; e que se derramam, como faz o ribeiro de Jaboque.
Jesus desceu até o fim...
Derramou-se completamente.

Custa você descer e se derramar por um pouco?
Talvez você ainda não parou para pensar no quanto Jesus desceu e Se humilhou...

E por isso, pouco também você se humilha, pouco desce e se derrama perante o Senhor...

Mas agora, Deus quer corrigir isto, mostrando para você que cada descida de Jesus, que cada ato de humilhação sofrido por Ele, tudo foi feito por amor, por amor a você.

Imagine como foi o sacrifício de Cristo na sua paixão e morte, morte de cruz!

Do Getsêmani onde Jesus orava intensamente ao momento em que expirou!!


Via Dolorosa!

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

OS 10 MANDAMENTOS PARA PASTORES

OS 10 MANDAMENTOS PARA PASTORES
1 – Não amarás mais sua igreja do que sua família
Família e igreja são instituições criadas por Deus, é verdade. Infelizmente encontramos pastores que canalizam mais o seu amor e atenção à igreja, esquecendo que a família deve ser, depois de Deus, a instituição que deve ser priorizada na vida, seja de pastor ou não.
2 – Nunca permita que sua esposa faça na igreja algo apenas porque é a esposa do pastor
Esposa de pastor deve ser envolver nos trabalhos da igreja, antes de tudo, como crente que recebeu de Deus dons e talentos como todos os crentes.
3 – Nunca deixe de tirar férias com sua família
Uma vez ouvi um pastor falando a plenos pulmões que se orgulhava em dizer que seu cuidado para com a igreja era tanto que havia anos que não tirava férias com a família. Foi-se o tempo que isso soava bem aos ouvidos do povo de Deus.
4 – Mostre sempre para a igreja que você também é marido e pai
A igreja precisa entender de que como marido e pai você não vai ter condições de participar de todos os cultos, reuniões da igreja. Você precisa ter coragem para dizer à sua igreja que num determinado sábado você sairá para jantar com sua esposa.
5 – Jamais passe para a igreja que você tem um casamento e uma família perfeita
Por quê? Porque todos nós somos pecadores. A igreja não quer um pastor perfeito. Os casais precisam saber que como todos os mortais, você tem conflitos e desafios pessoais para melhorar sua vida conjugal e familiar a cada dia.
6 – Nunca se esqueça: Existem centenas de igrejas, mas família você só tem uma
O maior legado que você deve deixar é no seio de sua família. O que adianta ser lembrado pela igreja ou denominação, mas não encontrar com seus filhos no céu? Seja um pastor aprovado por Deus na igreja e na família.
7 – Nunca pense que você está imune a um envolvimento sexual ilícito
Esteja atento. O Diabo vai querer derrubar você na área moral. Muito cuidado com o relacionamento com o sexo oposto. Lembre de tratar as mulheres mais idosas como mães e as mais novas como irmãs.
8 – Quando chegar em casa, seja esposo e pai
Se usa terno e gravata, tire assim que chegar em casa. Beije sua esposa, abrace seus filhos. Ajude sua esposa no cuidado da casa e com as crianças. Role no chão com seus filhos se ainda são pequenos. Converse com seu filhos adolescente.
9 – Mostre para seus filhos que há coerência entre o que você prega e o que vive em casa
Seus filhos estão percebendo se aquilo que você fala do púlpito é vivido dentro de casa. Sua esposa também. Não seja um fariseu, pregando algo que não vive no casamento e na família.
10 – Nunca se esqueça de que quem sustenta sua família é Deus e não a igreja a que serve
Trabalhe na igreja como um homem chamado por Deus, não para ganhar dinheiro. Nunca se esqueça de quem o sustenta é Deus. Se um dia a igreja deixar de sustentar sua família, saiba que Deus irá providenciar outras fontes. O seu sustento vem de Deus e não da igreja.
Pr. Andre Bruno
Rio de Janeiro, Rj, 

RECOMPENSAS E LAMENTAÇÕES

RECOMPENSAS E LAMENTAÇÕES Texto: 1Corítios 3.1,23 Introdução: Um dos maiores problemas no mundo cristão é tratado na passagem que tem...