quinta-feira, 14 de abril de 2011

Aos Pastores Assembleianos no Brasil

MANIFESTO DE UM PASTOR DA CIEADEP!


Ao ser não bastar ser, é preciso resplandecer.

Ele, o silêncio, permite-nos escutar a PALAVRA Criadora e Vital, a Palavra de Deus.

Ouvir leva ao diálogo.

Para a civilização do barulho não há diálogo; surge à agressão, a violência, o combate, a traição.

Sem o silêncio não há oração e sem a oração o homem não vive do respiro que independe dele.

Orar não é bater boca, mas é buscar a Deus.

Portanto, para ver a luz, para ser iluminado, é necessário, também, o silêncio.

Hoje tudo se julga, julga-se a qualquer preço, como se “a nossa palavra” fosse à verdade.

A Palavra em si, o objeto em si, as pessoas em si necessitam da luz para ser, para se comunicar, para dialogar.

Silêncio e oração caminham juntos.

Calar passou a ser apenas um ato feio (de consentimento) quando, na realidade, o silêncio nos permite escutar primeiro para ver e entender o fato, de fato e como é em si.

Hoje, refletimos cada vez menos e agimos, consequentemente, ao léu.

Nossas ações são irrefletidas, pois primeiro não são contempladas.

Vivemos a civilização da imagem que, através das propagandas comerciais, vem exigindo de cada um de nós a capacidade de agradar e de ser reconhecido – nada está escondido ao olhar.

A roupa, o corpo, os cabelos, as cirurgias... Tem-se a ilusão de que basta olhar, ver, para se “apoderar” das coisas, do outro, de um feito, de um sentimento...

Mas é bom lembrar: não basta enxergar; ver é um ato inteligente enquanto enxergar é comum a todos os animais.

Acima de tudo, a visão é um ato de busca.

Buscamos o melhor, o vital, para sermos e ser integralmente.

“É tua face que busco Senhor” nos diz o salmista e, assim, buscamos nossa verdadeira face.

Quantas máscaras nos oferece a sociedade e quantas criamos.

Poluímos, ofuscamos a visão, a audição, os sentidos.

Em muitas culturas o peixe não é apenas um símbolo de fertilidade, mas, também, o símbolo do silêncio e da vigilância.

Seus olhos abertos parecem nunca se fechar e dormir.

Estar sempre vigilantes faz-nos observar bem a vida, para bem vivê-la, e o silêncio nos leva à discrição, a sermos o que somos, sem ilusão, sem nos perdermos num eterno blá, blá, blá da “Blá-bilônia”.

Deus é a suprema e eloquente Palavra Silenciosa que se revela na beleza do SER CRIADO, do “RES-PLANDE-SER”.

Fazer silêncio, ouvir, falar baixo, ser discreto nos gestos, nos decoros; reaprender a ver, a sentir, a comer; não querer exibir tudo ou saber tudo, são pequenas atitudes de sabedoria que nos levam ao Sagrado, num mundo que insiste em tudo comercializar, a profanar a vida e a morte.

A isso denominamos dessacralização, ou seja, assenhoramo-nos da vida quando ela não nos pertence.

Em nome da “conquista”, matamos a vida.

No apagar das luzes da AGO da nossa Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil um ilustre pastor do alto de sua fala, perdeu a grande chance de ficar calado ou ficar em silêncio.

Digo por que me senti ofendido, vilipendiado com a sua afirmação que a CIEADEP – Convenção das Assembleias de Deus no Paraná será a próxima a ser dividida, este pastor, repito jamais deveria ter dito essa palavra, pois os membros da Cieadep tem um histórico de hombridade, respeito, reverência com as coisas de Deus e no que tange ao santo ministério fomos ensinados por homens de vida ilibadas e comprometidas com a pregação do santo evangelho, vide a história da mesma junto a CGADB.

Podemos sim!

Podemos ter divergências no campo das ideias, gestão administrativa, ponto de vistas diverso sim pode ter!

Quem não as tem?

Contudo esta Convenção é respeitada pelo brilhantismo e respeito de honrar acordos feitos no passado pelas lideranças, cito como exemplo o acordo Paraná – Santa Catarina quanto à divisa eclesiástica!

Sou pastor presidente do ministério das Assembleias de Deus em Apucarana e em nome desta que me pronuncio com o devido respeito: Perdeste Pastor a oportunidade de ficar calado!

Mencionar o nome de nossa Convenção para defender seu pensamento é no mínimo de mau gosto e falta de decoro, quem o autorizou?

O que o senhor sabe sobre a Cieadep, da qual sou membro por mais de 30 anos e o fez no calor de uma discussão inócua de sua parte, eivadas de acusações levianas, que jamais deveria sair de seus lábios, já que tens ansiedade por ser presidente de nossa agremiação maior, por si só, demonstras o seu interesse ao querer tumultuar um ambiente que deveria ser de paz e harmonia!

Sejamos coerentes e promovamos a paz, o diálogo sadio, sem ameaças de processos via justiça e que vem somente denegrir a todos nós, precisamos acordar para a realidade e perceber que por traz destas ações pode estar operando o espirito do erro, nosso inimigo comum se chama diabo e satanás e não o meu irmão em Cristo!

Isto posto afirmo que há uma diretoria e mais de cem pastores presidentes no Estado do Paraná que tem princípios e sabem dialogar, resolver os seus próprios assuntos e estes pertencem a nós!

Estou contrariado por sua palavra que vem insuflar ânimos de pessoas desavisadas e podem afirmar que nós os pastores estamos dividindo a nossa querida Cieadep, saiba pastor, eu repreendo este espirito em nome de Jesus Cristo!

Este manifesto é o meu ponto de vista pessoal e abro o coração aos companheiros em Cristo, lembrando que divisão não está na agenda de nossos pastores paranaenses,  é simples de entender!

Pastor Daniel Sales Acioli

Presidente do Ministério das Assembleias de Deus do campo de Apucarana – PR.

23 comentários:

  1. Caro Pr. Daniel Acioli,
    A paz do Senhor!

    No afã de colaborar com a divulgação do seu manifesto, publiquei o link do seu artigo em meu singelo blog.

    Em tempo:
    Entendo também que, ninguém pode falar em nome de outrem sem que esteja devidamente autorizado para tanto.

    Um grande abraço!

    Seu conservo,
    Pr. Carlos Roberto

    ResponderExcluir
  2. A Paz do Senhor pastor.
    Meu nome é Valdemir e sou membro da Assembleia de Deus de Caucaia-CE,nossa igreja é filiada a CONFRADECE. Estou orando pelos irmãos e repreendendo em nome de Jesus os pensamentos e as palavras desse pastor, que a meu ver deveria estar promovendo a união, e não a divisão. Que Deus tenha misericordia dele.

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente a nossa honrada CIEADEP foi exposta aos olhos do Brasil em meio ao um acalorado e inconsequente debate que a nada leva, passando assim à todos os presentes a idéia inverídica de que a nossa Convenção que acabou de celebrar o seu cinquentenário é um palco de conflitos e desentendimentos. Sugiro que a Mesa Diretora elabore um manifesto e divulgue no Brasil em defesa da honra da nossa entidade maior no Paraná, um dos poucos estados no Brasil que não tem se curvado as vaidades pessoais desse ou aquele.

    ResponderExcluir
  4. Pastor Daniel, sou de Minas Gerais, mas até onde sei, a CIEADEP é uma das convenções mais organizadas e honradas. Muitos de seus integrantes, foram discípulos do saudoso Pr. José Pimentel de Carvalho que era um homem íntegro e amante da Paz. Portanto, fato como esse causa estranheza até mesmo aos que não pertencem as AD no Paraná. Acredito que a diretoria da CIEADEP saberá conduzir este caso com cautela, para evitar maiores estragos na Seara do Senhor!
    Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  5. Prezamigo pr. Daniel Acioli,

    A paz de Cristo, o nosso Senhor!

    Copio abaixo parte do seu honrado texto e excelente afirmativa executada com hombridade e respeito:

    "Estar sempre vigilantes faz-nos observar bem a vida, para bem vivê-la, e o silêncio nos leva à discrição, a sermos o que somos, sem ilusão, sem nos perdermos num eterno blá, blá, blá da “Blá-bilônia”."

    É de bom ânimo podermos ler e assimilar as suas palavras que produzem efeitos positivos e uma geração negativa e descompromissada dos sentidos excelentes aos verdadeiros servos de Deus, no meio de tantos que brincam de IGREJA.

    O Senhor seja contigo, nobre pastor!

    O menor de todos os menores.

    ResponderExcluir
  6. É ESTRANHO VER PASTORES TÃO REVOLTADOS, QUANDO NESTA MESMA CONVENÇÃO EM CUIBÁ, APROVARAM A CRIAÇÃO DE MAIS DUAS NOVAS CONVENÇÕES, UMA NO ESTADO DO AMAZONAS E OUTRA NO ESTADO DE MINAS GERAIS QUE JÁ TEM VÁRIAS. NÃO SERIA O CASO DE REJEITAR E FAZER COM QUE OS PASTORES QUE PLEITEARAM TAL FILIAÇÃO CHEGASSEM A UM ACORDO DE IRMÃOS. É ENGRAÇADO SE OFENDE QUANDO FALAM DE SEU ESTADO, MAS QUANDO É NO OUTRO, LEVANTA A MÃO E DIZ SIM. DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS. AINDA QUE VENHA ALGUM DEFENSOR QUE DIZ: É JUSTO, MAS NEM TUDO QUE JUSTO É DIREITO. ALGUNS ATÉ PODERÃO DIZER QUE FOI COM CARTA DE ANUENCIA DAS CONVENÇÕES DE TAIS ESTADOS, MAS TODOS NÓS SABEMOS QUE É SEMPRE ASSIM, DEPOIS DE MUITA BRIGA, A POLITICAGEM DÁ JEITO E ACOMODA, PARA UM LADO E PARA O OUTRO, E NOS FICAMOS COM CARA DE BOBO. POIS VEMOS DENTRO DO MEIO EVANGÉLICO, SE RESOLVER DOS MESMO JEITO QUE O MUNDO RESOLVE. E FICA A PERGUNTA ONDE ESTÁ A DIFERENÇA.

    ResponderExcluir
  7. A PAZ DO SENHOR, PASTOR!
    INFELIZMENTE ESSE PASTOR,QUE DESEJA PRESIDIR A CGADB, NÃO É DIGNO DE TAL HONRA, POIS, NA IGREJA EM QUE PRESIDE RETIROU OS MARCOS ANTIGOS E PROIBIU A DOUTRINA E A DISCIPLINA, OS OBREIROS DELE NÃO CONVERSAM SOBRE BÍBLIA E SIM FICAM SÓ NA MOLECAGEM TIRANDO COM A CARA DOS OUTROS(FALTA DE RESPEITO!).
    ESPERO QUE OS PASTORES LEIAM ESSE MANIFESTO E TOMEM CONSCIENCIA DESSE PASTOR E DECIDAM BEM NA ELEIÇÃO DA CGADB EM 2013.QUE DEUS NOS LIVRE E GUARDE DE PESSOASCARNAS PRESIDINDO NOSSA QUERIDA CGADB.
    UM ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  8. Paz do Senhor,

    O pastor a quem se refere por certo deve ser o Pastor Samuel Camara.

    Me permita fazer uso de suas palavras nobre pr Daniel, pois aqui no Paraná, ainda que alguem queira tumultuar, Deus tem nos dado uma convenção ordeira e comprometida com o Reino de Deus.

    ABRAÇOS

    Jairo Elin
    http://jairoelin.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. O que há de errado em se formar um novo ministério ou uma nova convenção? O que que será que muitos pastores tem tanto medo? É hora de multiplicar. Novas convenções deveriam ser bem vindas para ajudar na obra de Deus e não perseguidas e difamadas como se tem feito por ai. Quem se sentir ameaçado pelo surgimento de uma nova organização que vem colaborar para a pregação do evangelho deveria renunciar ao pastorado pois não serve para o Santo Ministério da Palavra de Deus.

    ResponderExcluir
  10. EU GOSTARIA DE SABER PORQUE O DITO PASTOR ALMEJA TANTO A PRESIDêNCIA DA CGADB,TALVEZ O CONTROLE DA CPAD JA QUE A CPAD E UMA DAS OU SENÃO A MAIOR CASA PUBLICADORA DENOMINACIONAL DO BRASIL,TALVEZ SEJA ISSO QUE ELE ALMEJA TANTO É DINHEIRO IRMÃOS,É DINHEIRO......

    ResponderExcluir
  11. Como era de se esperar, o presidente da CGADB, homologou durante a 40ª AGE, em Cuiabá, a CONFRAMADEB – Convenção de pastores que se rebelaram contra a CEADEB. Até aí nenhuma novidade, já que “o espírito das trevas, que opera nos filhos da desobediência” atua em muitas lideranças.
    Causa-nos estranheza o fato de ser negado pelo presidente da CGADB o reconhecimento à Convenção de Belém (presidida pelo Pr. Samuel Câmara), sob o argumento que os pastores da nova Convenção foram consagrados por outro Estado. Foi necessária uma ação judicial movida pelos pastores de Belém, pedindo o reconhecimento judicial junto a CGADB, o que foi feito através de liminar. Isso após anos a CGADB negar-se a reconhecê-la.
    É de se perguntar porque no caso da Bahia, a liderança da CONFRAMADEB realizou consagrações de modo desrespeitoso, desonroso,agredindo o estatuto da própria ADESAL, como fruto de mentes e espíritos rebeldes à Igreja de Cristo, rebeldes à palavra de Deus e inimigas da paz, promovida por convenção de outro estado e a liderança da CGADB concede a homologação? Na verdade isso já era de se esperar!
    Qual a diferença entre o ocorrido em Belém, para o ocorrido em Salvador? O interesse político, eleitoreiro das lideranças da CGADB, apenas isso.
    Na sessão de promoção do espírito do iníquo, onde se deu a homologação da CONFRAMADEB, o reverendo Pastor Manoel Nascimento, membro da, agora, convenção, com um belo histórico de conquistas em todo nosso Estado, que já viveu grandes lutas pela obra, lutas essas corporais (ele trocou muitos tapas fazendo a obra de Deus em todo o Estado, como prova disso, na ultima AGO deles, o conhecido Nenel meteu a mão em pastores), teceu um comentário engraçado: informou que no nosso blog havia uma publicação de que havia em Salvador terreiros de candomblé com a placa da CGADB.

    ResponderExcluir
  12. Caro amigo e pastor Daniel:

    Programei-me para ir a Cuiabá. Mas na última hora o desânimo foi maior. Não tive disposição para viajar. Economizei os poucos recursos que tenho para outras finalidades. Na minha ótica, a única coisa que perdi com a desistência foi a oportunidade de rever muitos amigos, entre eles o irmão. Servir a Deus, por outro lado, pude fazê-lo por onde estive e aonde estou agora.

    Não ouvi e nem tive acesso a esse acalorado debate no apagar das luzes da AGO, mas conheço a CIEADEP e sei que ela é composta de homens honrados, os quais certamente manterão incólume a herança recebida dos pioneiros. O seu desabafo é legítimo e válido.

    No entanto, nossa AD padece de um mal estrutural antigo. Disse isso pessoalmente a alguns pastores, inclusive ao que foi citado acima, em 1989, quando se deu a suspensão de Madureira da CGADB. E acrescentei que, enquanto a liderança não tiver coragem para assentar-se, por dias, em oração, jejum e estudo da Palavra a fim de encontrar um modelo que minimize essas dificuldades, infelizmente a tendência é nos fragmentarmos cada vez mais.

    Creio que 2013 será um grande divisor. Se não houver um homem com o perfil para esse momento, e, mantida a polarização da forma como vem sendo mantida desde o Anhembi, acredito que teremos um "estouro da boiada", não importa que o eleito seja do grupo A ou do grupo B. Infelizmente, não consigo ver de outra forma.

    Ambos já estão extremamente desgastados.

    Assim, aproveito o espaço do meu amigo, pastor Daniel (se ele me permitir, é claro), para conclarmar a todos à oração para que o homem para este momento seja levantado por Deus com a graça de aglutinar as forças que hoje estão polarizadas e buscar um caminho que nos traga de volta para a unidade na diversidade. Se não, caminharemos como no tempo dos juízes. Com temor, tremor e em oração.

    No mais, abraços e conte com a minha solidariedade.

    ResponderExcluir
  13. Pr. Carlos - Brasília16 de abril de 2011 02:45

    Ilustre Pastor Acioli. Para abreviar, favor ler "JW" como pastor José Wellington e "SC" como pastor Samuel Câmara. Diante do seu manifesto permita-me fazer algumas colocações:
    Penso ser injusto analisar a fala do pastor em referência sem analisar o contexto em que ele falou, não de “que o Paraná SERÁ o próximo a ser dividido”, mas que diante deste contexto (abaixo) “PODERÁ vir a ser o próximo”
    Em Belo Horizonte, Minas Gerais o Pastor Moisés Silvestre (alinhado ao SC) protestava junto a CGADB contra a criação da nova convenção na vizinha Betim, e a nova convenção foi rapidamente aprovada.
    No Amazonas a que era única convenção é presidida pelo irmão de SC e a nova convenção foi rapidamente aprovada.
    Na Bahia o pastor da capital Israel (alinhado com JW) rompeu com o presidente da convenção pastor Valdomiro (alinhado com SC) e teve a convenção rapidamente aprovada com expresso apoio do JW e do presidente de uma das três convenções cerarenses que veio a Salvador e num dia consagrou dezenas de pastores e completou a "cota mínima de 300" exigida pelo Estatuto da CGADB. Em Belém do Pará SC rompeu com o presidente da convenção que é alinhado com JW, seu pedido (há anos) de uma nova Convenção foi rejeitada. O presidente da CGADB foi pessoalmente a Belém e num clube da cidade deu posse ao presidente da Convenção Estadual (então pastor numa cidade próxima da capital) como novo pastor de Belém dizendo que assim resgatava a história da denominação e fez a agenda do Centenário em Belém ignorando a agenda da Igreja local que outrora fora dirigida pelos fundadores suecos.
    Pensando o Paraná.
    O atual pastor eleito da Capital é alinhado ao JW. O presidente da Convenção já compôs a chapa de SC na CGADB, tendo também apoiado outro pastor na eleição para a AD da capital. Concordo pastor, é verdade que não podemos antecipar fatos, mas penso, por mais doloroso que seja, que neste Estado com o cenário semelhante ao que ocorreu em Minas Gerais, Amazonas e Bahia, há fortes probabilidades que os fatos se repitam.
    Onde está a coerência e promoção da paz tão almejada. Onde está a isenção de quem preside. Podemos acrescentar que naquele “apagar da luzes” o presidente da Instituição afirmou ser “cearense, criado com leite de cabra e não ter medo do opositor, etc, etc.”
    Não podemos ser parciais e presidir com “ranço”pessoal, quebra a coerência tão almejada.

    ResponderExcluir
  14. Pr. Carlos - Brasília16 de abril de 2011 10:25

    Pastor Acioli,
    Para restabelecimento da verdade e por uma questão de consciência, coloco o que se segue:

    1. O pastor Samuel Câmara não citou nome de convenção. Ele disse que os próximos estados serão o Paraná e Acre, caso não se dobrem ao capricho da mesa diretora da CGADB e se rendam a apoiá-los em eleições futuras.

    2. Este manifesto vindo da sua parte não constitui nenhuma novidade, sabe-se no Paraná e em todo Brasil, o senhor é tido como o principal bajulador do sistema vigente que está prestes a ruir, definitivamente.

    3. Todo mundo sabe que onde houver uma convenção, cuja maioria não apóie a atual mesa, eles aprovarão outra convenção, para então receber apoio.

    ResponderExcluir
  15. por favor alguem pode excluir de uma vez por todas pastor samuel camara das assebleia de Deus ele ta mais para para comada riam de galo do que nossa igreja mae

    ResponderExcluir
  16. NA minha ingenuidade deixe ponderar:

    Se nas Ads ja existem "Ns" ministerios com seus respectivos "donos", mas tem um convenção geral que deveria unir a todos o porque de tantas convenções regionais.
    Poderiamos ponderar que administrativamente seria util convenções estaduais vinculadas a geral, mas neste caso as estaduais deveriam ser mines convenções gerais onde todos as igrejas do estado participassem independente do ministerio. Agora perde o sentido este monte de convenções num mesmo estado ja divididos por Ns ministeiros.COnvneção estadual ded deveria ser convenção de um estado abrangendo todo o estado.
    Mas ao que parece ( e me perdoem os pastores serios) Deus só esta no nome da igreja. O importante é o imperio dos homens e que a gloria seja dada a Manon,

    ResponderExcluir
  17. Pr. Carlos Roberto
    A paz do Senhor Jesus.

    Gostaria de informa aos leitores do seu Blog que o PROCESSO movido contra a atual Diretoria da CGADB, não terminou. A questão não esta decidida e o Merito não foi nem mesmo apreciado, sendo cabivel a interposição de recurso de apelação,o que sera feito dentro do prazo legal.Sendo certo que a sentença prolatada está sob efeito suspensivo, não possuindo nenhuma eficacia até o julgamento final do Recurso. Ou seja a AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ESTÁ EM CURSO. E tramitara, ao menos, até o final do julgamento do recurso de apelação que será interposto.

    Pr. Moises Ambrosio.

    ResponderExcluir
  18. paz
    entendo o seu manifesto pastor Daniel eo adimiramos muito aqui na fronteira.
    Nos do ministerio de foz do iguazu, con pr Isaias Cardoso presidente apoiamos ao nosso lider regional Ival teodoro que e candidato na chapa do Pr SC na proxima eleicao i ai esta razao de tamben entendermos o que o pr Samuel camara expoe no seu texto falado, pois as diferencas sao muitas en nosso estado como exemplo o pastor perci fontoura que pertece ao grupo de JW e contario ao pr Ival eo digno pr Daniel tambem faz parte do grupo de Jw ai a razao do cargo ocupado por vossa exelencia. Nos en Foz somos mais SC e por isso e evidente uma divisao o por lo menos un desgaste a e grande prova e esta ultima eleicao de presidente curitiba nos junto ao pr Ival apoiamos pr Douglas e gracas a lobby de JW deu Gaby.. o futuro a Deus pertece mas con dis a Biblia un dia revela outro dia....

    Pastor Aldino Coracini dos Santos
    CO-PASTOR - Templo Central

    PRIMEIRO TESOUREIRO: AD. Foz
    tesoureiro1@assembleiadedeusfoz.com.br

    Endereço:RUA QUINTINO BOCAIUVA, 991
    TELEFONES/FAX:(45) 3523 2022 | (45) 3523 1071

    ResponderExcluir
  19. Sou filiado a cgadb e para mim ver esses irmãos digladiando-se por busca de poder causa-me asco.
    homens que foram chamados para pregar o evangelho,disseminar amor,paz,união entre os irmãos,socorrer e ajudar os necessitados e oprimidos,preocupam-se apenas com poder e poder terreno.
    planejam,argumentam-se apenas o que são de seus interesses próprios e não o que é de interesse do reino de Deus ou aquilo que é de interesse da maioria.
    tudo que foi comentado acima certamente foi e será lida por pessoas evangélicas e não evangélicas.
    se eu estivesse indeciso em aceitar a cristo e hoje fizesse uma leitura nos textos acima tomando ciencia da atitude de certos homens que dizem-se pastores,certamente eu iria esperar mais um pouco para para tomar essa decisão.
    sei que a cgadb e outras convenções precisam de pessoas para presidí-las,isso é inegável.
    mas que essas escolhas sejam feitas de maneira transparente,sem calúnias e difamações,sem brigas(tapas,socos,empurrões,agressões verbais)mas que as escolhas sejam feitas com a direção de Deus,com ordem,decencia,respeitando o direito de escolha de cada um,respeitando a decisão da maioria.
    muitos pastores não estão preocupados em dirigir a igreja ou a convenção pensando naquilo que é de melhor para a maioria,mas dirigem preocupados com interesses próprios.
    devemos preocupar-nos muito com a imagem da igreja que as vezes é maculada por atitudes de homens que não tem nenhum compromisso com a causa de cristo.
    e por isso,em eleição futuras devemos escolher com sabedoria o nosso próximo presidente.

    ZEZINHO-SP

    ResponderExcluir
  20. paz
    entendo o manifesto do pastor Daniel eo adimiramos muito.
    nos do ministerio de foz do iguazu, con pr Isaias Cardoso presidente apoiamos ao nosso lider regional Ival teodoro i tamben entendemos o que o pr Smuel camara expoe no seu texto falado, pois as diferencas sao muitas como exemplo o pastor perci fonntoura q pertece ao grupo de JW eo digno pr Daniel tambem. Nos en Foz somos mais SC e por isso e evidente uma divisao o por lo menos un desgaste a e grande e a prova esta na ultima eleicao de presidente curitiba.. o futuro a Deus pertece mas con dis a Biblia un dia revela outro dia....

    Pastor Aldino Coracini dos Santos
    CO-PASTOR - Templo Central

    PRIMEIRO TESOUREIRO: AD. Foz
    tesoureiro1@assembleiadedeusfoz.com.br

    Endereço:RUA QUINTINO BOCAIUVA, 991
    TELEFONES/FAX:(45) 3523 2022 | (45) 3523 1071

    ResponderExcluir
  21. Pq. tratar um asunto interno discutido na AGO para a internet?

    O que o senhor pretende mesmo com isso? onde quer chegar?
    Em que mundo vc vive?
    PQ vc é tão puxa saco do JW?

    PENSA que os membros das nossas igrejas são bobos?

    Penjsa que o porvo assembleiano do Brasil nao conhece JW?

    PEnsa que não sabemos que J naõ tolera democrfacia por um ditador e por isso passa o trator em qualquer pastor que queira ser candidato a presidencia da CGADB?

    Pensa que não sabemos que tem muitos pastores presidentes de Convenção que querem ser candidatos a presidencia da CGADB e só não são por medo de JW?

    E o unico que teve a coragem foi o caboclo do norte, e é por isso que JW tem tanto ódio dele?

    Enfim vc pensa que engana a gente com esse manifesto, talvez esteja a serviço do seu patrão JW....
    Ainda bem qeu o povo da Igreja de S.J.Campos conhece bem JW e o derretou por la, junto com o Selari.

    ResponderExcluir
  22. CIEADEP;Tão zelosa que tenteu, impugnar umas das eleições nas séria e transparente de toda a Historia das ADs do Brasil, onde teve seu pastor presidente eleito pelos seus membros, sinal de coragem e submissão, mesmo tendo toda a CIEADEP, contraria a sua candidatura.
    Convenções são de Ministros e não de Igreja, se a CIEADEP preza pela sua unidade que ponha no lugar....

    ResponderExcluir

REI DAVI....... Do Pastoreio ao Trono de Israel.... Davi, o filho mais novo de Jessé                                            - I...