terça-feira, 18 de agosto de 2009

Sal?

“Vós Sois o Sal da Terra”

Nos tempos bíblicos o sal era de maior importância, mais valioso, menos abundante e de difícil aquisição.

Jesus não disse que apenas alguns crentes especiais são “Sal da Terra”.

Ele afirmou: “Vós sois”, referindo-se a todos os filhos de Deus.

O Sal é considerado como uma propriedade distinta e importante, ou seja, a de conservar ou de condimentar.

A idéia aqui não indica especialmente uma função definida, como a de conservar ou de condimentar, ou ainda, como dos muitos usos do sal, mas a idéia geral é que o crente santificado deve possuir a realidade daquilo que professa, da mesma forma que o sal apresenta a propriedade que esperamos dele.

Essa realidade é expressa de muitas formas.

Aqueles que conhecem a questão dizem-nos que o sal puro não perde seu caráter distinto, mas uma vez misturado com elementos impuros e estranhos pode perder sua propriedade.

O sal pode conservar sua aparência como sal, mas não o seu caráter.

Realmente, transforma noutra substância.

O sal insípido para nada mais presta a não ser lançado fora e ser pisado pelos homens.

“Os propósitos destas palavras, como precisam considerar, não é para esmagar os que caem, é para avivar o senso de dever e impelir os discípulos a andarem de acordo com a sua chamada”.

Se o Cristianismo não funcionar como deve, como é que o mundo poderia receber qualquer coisa da boa graça de Deus?

A religião sem autenticidade dificilmente tem uso digno para os discípulos de Jesus ou para o mundo em geral.

O sal que perde a sua virtude ou sabor, suas qualidades distintas, não tem mais razão para existir.

O cloreto de sódio puro (sal) não se deteriora, mas pode ser adulterado, e então perde suas propriedades e se torna inútil, pois então deixa realmente de ser sal (Mc 9.49-50; Lc 4.34,35; Ef 4.29; Cl 4.6).

3 comentários:

  1. Caro Pr. Daniel Acioli,
    A Paz do Senhor!
    Louvado seja Deus pela sua vida e ministério, assim como pelo edificante texto.

    Um grande abraço!
    Seu conservo,
    Pr. Carlos Roberto

    ResponderExcluir
  2. Que bom se todo cristão entendesse sua real posição no mundo como "sal". Boa semana pastor Daniel!

    ResponderExcluir
  3. Prezamado pr. Daniel Acioli,

    A Paz do Senhor!

    Permita-me informá-lo que a sua matéria não está adocicada, e sim, com o sal na medida certa e com pureza transparente, para os que desejam aprender e tomar cuidado com a sua saúde espiritual.

    O Senhor seja contigo!

    pr. Newton Carpintero
    www.pastornewton.com
    Contra a Falácia da Prosperidade!

    ResponderExcluir