terça-feira, 2 de outubro de 2012

O Exemplo!


O PODER DO EXEMPLO

Em certa oportunidade, quando eu estava no Egito dirigindo alguns cultos de reavivamento para militares ingleses ali lotados, perguntei a um cabo jovem que tomava parte com assiduidade nos serviços religiosos, como se tornara cristão.

Respondeu-me com espontaneidade: "Havia um soldado raso em minha companhia, que já fora punido várias vezes pelo uso imoderado de álcool e por envolver-se em distúrbios nos bairros suspeitos. 

Todavia, pacientemente aconselhado pelo capelão que dava assistência espiritual à tropa, converteu-se ao Senhor Jesus algumas semanas antes do embarque do nosso regimento para o Egito.

A transformação de sua vida, conduta e costumes, foi na verdade impressionante e radical. 

Mas, em consequência de decisão tão suprema e corajosa, passou a ser molestado pelos antigos e ímpios companheiros, que o tornaram alvo de constantes zombarias. 

Numa noite chuvosa, ao voltar de seu posto de sentinela, exausto e com a farda encharcada, mudou o uniforme e, antes de deitar ajoelhou-se ao lado da tarimba para orar. 

Enquanto orava, fiquei irritado com aquela atitude serena e reverente e, então, para provocá-lo, joguei minhas botinas enlameadas em sua cabeça; porém ele prosseguiu em sua oração. 

Pela manhã, ao acordar, deparei-me surpreso com as botas, junto à cabeceira de minha cama, impecavelmente polidas. 

Essa foi a sua generosa resposta ao meu torpe gesto.

Desse procedimento tão inusitado e comovente teve reflexos intensos e imediatos sobre o meu comportamento pecaminoso, e, nesse mesmo dia, entreguei sem reservas a minha vida a Cristo.

S. Holden 

Nenhum comentário:

Postar um comentário