sexta-feira, 18 de março de 2011

AD-Curitiba e a Sucessão Pastoral! (Manifesto)

Eleições na Assembleia de Deus em Curitiba -PR

Saudações Cristãs!

“Porque a nossa glória é esta: o testemunho da nossa consciência, de que com simplicidade e sinceridade de Deus, não com sabedoria carnal, mas na graça de Deus, temos vivido no mundo, e de modo particular convosco.” - II Cor. 1.12
A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Curitiba, pessoa jurídica, autônoma e regida por seus estatutos e regimento interno está sob os olhares de milhares de crentes desta denominação no que se refere à sucessão pastoral.  Isto, pois aprouve a Deus recolher ás mansões celestiais o seu Presidente Pastor Jose Pimentel de Carvalho, homem de Deus e que deixou um legado de conciliador, líder por vocação divina, moral ilibada e que sempre tratou o seu rebanho com uma postura digna de ser imitada!
Venho em nome da Assembleia de Deus de Apucarana-PR e seu ministério, na função de seu Pastor Presidente, manifestar o nosso descontentamento com o procedimento adotado pela mesa diretora de nossa Cieadep. (Convenção das Igrejas Evangélica das Assembleias de Deus no Estado do Paraná).

Entendemos que a manifestação de apoio, desta mesa diretora, a um único membro da mesma, seria cabível se este fosse o candidato “único”. Tal não procede nos termos dos Editais publicados pela IEADC em seus murais e site.
A Mesa Diretora poderia pronunciar-se, a nosso ver, se convidada por quem de direito. E só então emitir seu parecer sob o que está ocorrendo na AD- Curitibana. Isto não ocorreu!

A Mesa Diretora poderia emitir parecer (se convidada) e ainda desde que respeitasse decisão daquele ministério que escolheu e indicou, aceitando a candidatura de quatro de seus pastores. Estes escolhidos são membros da CIEADEP, e nesta, portadores de iguais direitos. Até este momento o site de nossa Cieadep apesar de ser órgão oficial da Convenção de Igrejas Assembleias de Deus no Paraná, declara apoio a um só pastor?

Minha preocupação, Senhores, repousa sobre: - onde está a isenção neste momento em que deveríamos estar clamando e buscando a Deus para que seja eleito aquele que esteja na sua vontade?
Quando declaro apoio a este ou aquele, é óbvio que estou interferindo ou tentando interferir na decisão dos “eleitores”.

O Partidarismo é um mal. Temo pelo futuro a que certas ações, tomadas no fervor de sentimentos vários e estranhos à lide ministerial, pode conduzir.

Diante do exposto, manifestamos o nosso descontentamento com a falta de coerência entre a teoria e a pratica pastoral demonstrada pela mesa diretora de nossa Magna Convenção
Lembramos que no pleito eleitoral secular, nos foram postadas fotos e perfis de pessoas que nem membros eram de nossas Igrejas, quanto mais da Convenção!

O que impede a Mesa Diretora proceder com isenção neste momento?

São quatro os Pastores da Assembleia de Deus em Curitiba que postulam o cargo de Pastor Presidente, todos são MEMBROS da Cieadep e em plena comunhão com a mesma.
Portanto, coerência! Sejamos lideres de verdade e busquemos o que interessa ao Reino de Deus, respeitando nossos companheiros (todos) de longa data.

Pelos laços do Calvário.
Pr. Daniel Sales Acioli

Presidente do Ministério das Assembleias de Deus em Apucarana PR

3 comentários:

  1. Uma postura Bíblica, ética e de acordo com o estatuto da Cieadep e que esperamos da Mesa Diretora.

    ResponderExcluir
  2. Pr, sabe que sou seguidora do seu blog e mais uma vez vim lhe pedir autorização para publicar esse texto no meu blog, com os devidos créditos! Desde já lhe agradeço!
    Paz.

    ResponderExcluir
  3. É lamentável o posicionamento de boa parte dos nossos obreiros dirigentes de congregações, tentando dirigir, ou direcionar o eleitorado assembleiano para um determinado candidato, afirmando que o mesmo já foi definido perante o ministério, como se dizendo: Apenas dêem o aval...

    Isso é no mínimo subestimar a inteligência dos fiéis, na política secular isto chama-se voto de cabresto, coisa vergonhosa e humilhante.
    Para completar, basta começarem a prometer cestas básicas, dentaduras, cadeiras de rodas.
    Mas, fiquemos tranquilos, na paz, sabemos que Deus é justo, Êle não subestima ninguém, onde houver homens, constrangimentos existirão.

    ResponderExcluir